FANDOM


Personagens PrincipaisEditar

Os personagens da série, tem o núcleo de personagens com adolescentes meio-sangues, um ciclope, um sátiro e um centauro:

Percy JacksonEditar

Filho de Poseidon, é o protagonista e narrador da série Percy Jackson e os Olimpianos. O nome pelo qual é conhecido é a abreviação de Perseus, uma homenagem feita por sua mãe, Sally Jackson, já que ele "foi o único herói que deu certo", e ela queria que seu filho tivesse esse mesmo destino. É a ele que se refere a primeira Grande Profecia do Oráculo citada na série, que predizia que um semideus filho de um dos "Três Grandes" (Zeus, Poseidon e Hades), ao alcançar os dezesseis anos tomaria uma decisão que iria salvar ou destruir o Olimpo. Ele tem poderes hidrocinéticos que se desenvolvem ao longo da história, tornando-se forte o suficiente para ele chamar um pequeno furacão em O Último Olimpiano. Basta estar na água para ele se curar ou se energizar; a pressão da água não é um limite para ele; pode ver, respirar e falar debaixo d'água em qualquer profundidade; e ele não se molha, a menos que queira. Ele também pode se comunicar com animais equestres (hipocampos, pégasos, etc.), desde que seu pai criou cavalos de espuma do mar. Ele tem uma espada chamada Contracorrente (Anaklusmos, em grego) que foi um presente de seu pai, Poseidon, por intermédio de Quíron. Ela se transforma de uma caneta esferográfica comum, somente ao abrir sua tampa. É feita de bronze celestial e ele nunca pode perdê-la, pois ela sempre volta para seu bolso. Ele só foi selecionado apenas para ir a duas das cinco missões na série, sendo a primeira de recuperação do raio-mestre de Zeus e a outra em A Batalha do Labirinto, onde Percy tem que atravessar o Labirinto (um grande labirinto subterrâneo, construído por Dédalo), a fim de defender o acampamento contra Luke (filho de Hermes e servo do senhor titã, Cronos). A missão de O Mar de Monstros foi liderada por Clarisse (filha de Ares), mas Percy se esgueirou para fora do acampamento, porque ele precisava salvar Grover, o seu melhor amigo, que se encontrava preso em uma caverna do ciclope Polifemo. Em A Maldição do Titã, ele também não é selecionado para ir à missão, mas ele segue o grupo, porque precisava encontrar Annabeth, que havia desaparecido logo após cair de um penhasco junto com um manticore. Depois que ele ajuda Zoë, Bianca, Grover e Thalia, Zoë, relutantemente, permite que ele se torne o quinto membro da sua equipe. Percy tem uma queda por Annabeth, mas sua vida amorosa tem sido difícil, devido ao resultado da promessa que Afrodite fez para ele quando ela o encontrou no deserto. Em O Último Olimpiano, ele assume a maldição de Aquiles (invencível para todos, mas há um ponto fraco, que se for acertado pode destruir sua alma) e lidera o exército contra Cronos. Ja na nova série, "Os Heróis do Olimpo", no primeiro livro Percy se da como desaparecido, e o segundo livro, "The Son of Neptune" (ainda sem nome no Brasil), mostra o Percy sem memória, e apenas sabe seu nome e com uma vaga lembrança de Annabeth.


Annabeth ChaseEditar

Filha de Atena (deusa da sabedoria e da batalha). Ela se mostra um tanto pomposa no início, mas rapidamente se aquece para Percy em sua primeira missão juntos. Por ser uma filha de Atena, ela é muito inteligente e tem um fascínio com a arquitetura. Na batalha, ela é uma lutadora habilidosa o suficiente para manter seu terreno com Percy, e também é, de longe, superior em estratégia. Ela fugiu de casa quando tinha apenas sete anos e conheceu Luke e Thalia, que a levou com eles para o Acampamento Meio-Sangue. Ela ajuda Percy em quatro de suas cinco missões e é capturada em uma das cinco. Embora ela nutrisse interesses ocultos por Luke, ela acaba cedendo seus interesses em Percy. Ela o beija em A Batalha do Labirinto, quando ele estava indo para o Monte Santa Helena e os telquines estavam distraídos. Percy também abriga sentimentos por ela (ele fica com ciúmes quando ela fala de Luke). Annabeth também se mostra enciumada em relação à Percy e Rachel. No final de toda a série, Percy e Annabeth ficam juntos.


Grover UnderwoodEditar

Ele é um sátiro e melhor amigo de Percy Jackson. Possui chifres em sua cabeça e pernas peludas. Ele encontrou os quatro semi-deuses mais poderosos do século: Percy Jackson (filho de Poseidon), Thalia Grace (filha de Zeus), e Nico e Bianca di Angelo (filhos de Hades). Grover é um tanto inquieto e possui atitudes estranhas, como comer latas de alumínio, comer mobílias ou até mesmo a sua roupa quando fica nervoso. Possui um medo abismal de ciclopes, talvez pelo fato de ter ficado preso em uma caverna com um ciclope gigante, em O Mar de Monstros. Como todos os sátiros, ele se empenha em encontrar Pã, um deus da natureza que estava sumido por décadas. Em A Batalha do Labirinto, ele finalmente o encontra. Mas Pã o aconselha que desista de tentar pedir sua ajuda, pois não havia mais salvação para os danos que os humanos causaram na natureza. Antes de sua morte, Pã proclama Grover como o mais bravo dos sátiros e o escolhe para levar adiante a sua palavra para proteger a floresta. O Conselho de Anciãos do Casco Fendido fica irritado com esta escolha, e não aceita o fato de Pã está morto. Ele é o namorado da ninfa da árvore, Juníper.


Nico di AngeloEditar

Filho de Hades, primo de Percy e Thalia. Hades não quebrou o juramento de não ter filhos, pois Nico e sua irmã, Bianca, haviam sido colocados no Casino Lotus, onde "o tempo fica parado" antes de o juramento ser feito. Ele freqüentou uma escola militar durante um ano com sua irmã. Na época, ele tinha um grande interesse em um jogo chamado Mitomagia. Nico tem o poder de ressuscitar mortos-vivos, fazer viagens nas sombras, e criar grandes fendas no chão que engole quem estiver acima delas. Por um tempo, ele foi inimigo de Percy, culpando-o pelo fato de ele ter falhado em proteger Bianca como tinha prometido, mas eles se tornaram amigos, eventualmente. Nico tentou várias vezes levantar a irmã do mundo dos mortos e teve dificuldade em entrar em contato com ela, mesmo usando McLanche Feliz para ressuscitar os mortos. Nico se recusou a ficar no Acampamento Meio-Sangue, no quarto livro, depois de notar que ele não foi bem recebido lá. Ele compara isso ao fato de que seu pai também não é bem recebido no Olimpo. Vários meses depois, ele informou Percy de um plano que poderia levar a derrota de Cronos. No final começo do livro O Último Olimpiano, ele convenceu Percy a se banhar no rio Estige, tornando-o invulnerável, exceto por seu calcanhar de Aquiles, que é um ponto específico de das suas costas


Thalia GraceEditar

Filha do grande Zeus, aparece pela primeira vez no final de O Mar de Monstros torna-se uma Caçadora de Ártemis em A Maldição do Titã e a faz imortal, com exceção da morte em combate ou quebre o juramento de jamais se envolver com um homem. Sendo assim ela não sairá dos quinze anos.


Luke CastellanEditar

Semideus, filho de Hermes, mais tarde, possuído por Cronos, se sacrifica em O Último Olimpiano para salvar o Olimpo. Começa a série com dezenove anos e morre aos 23.


TysonEditar

É um ciclope meio-irmão de Percy através de Poseidon. Ele aparece pela primeira vez no início de O Mar de Monstros. Atinge altas patentes do exército de Poseidon no final de O Último Olimpiano. Sua idade como ciclope é de sete a dez anos, mas humanamente de doze a dezesseis.


Clarisse La RueEditar

Semideusa filha de Ares, não se dá bem com Percy ou Annabeth, namorada com Chris Rodriguez. Inicia a série com quatorze e a termina com 18.


Rachel Elizabeth DareEditar

A menina mortal, que auxilia Percy em A Batalha do Labirinto, tornando-se posteriormente o Oráculo de Delfos, tinha uma queda pelo herói da série, até o beija em O Último Olimpiano, mas posteriormente perde o interesse. Ela é um ano mais nova que Percy.


QuíronEditar

Diretor de Atividades do Acampamento Meio-Sangue, Filho de Cronos. Disfarçou-se de professor na escola de Percy em O Ladrão de Raios para lhe vigiar e depois o levar para o acampamento.